Bartolinite (CID 10 - N75) é a inflamação das glândulas de Bartholin, duas saídas localizadas na base dos pequenos lábios, na vulva feminina. Essas glândulas têm papel na lubrificação vaginal, produzindo e secretando muco.

Em termos anatômicos, as glândulas são impalpáveis ??e geralmente do tamanho de ervilhas, raramente ultrapassando 1 centímetro.

A inflamação das glândulas de Bartholin é resultado da obstrução do ducto que drena a secreção produzida. Há também a possibilidade de formação de cistos de Bartholin que, quando são pequenos, não apresentam sintomas e são indolores, portanto, não precisam de tratamento.

 

A formação desses cistos é algo comum e, segundo a ginecologista Karina Tafner, 2% das mulheres desenvolvem cisto ou abscesso nas glândulas em algum momento da vida. Isso não significa que todas terão algum episódio de bartolinite, já que são problemas diferentes.

Qual a diferença entre cisto de Bartholin e bartolinite

Cisto de Bartholin: Os cistos de Bartholin são resultado do inchaço, geralmente indolor, das glândulas, provocando bloqueio dos ductos que realizam o escoamento do muco.

Bartolinite: A bartolinite, por sua vez, ocorre quando o interior do cisto infecciona, resultando em abscesso, semelhante a um furúnculo, que possui pus.

 

Causas

A infecção da bartolinite é causada por várias bactérias, mas há prevalência de alguns patógenos específicos como E. coli, Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae, sendo os dois últimos sexualmente transmissíveis.

Abscessos nas glândulas de Bartholin, em casos mais raros, podem ocorrer devido a um câncer ginecológico, um carcinoma vulvar, mais comum em mulheres no período pós-menopausa.

Bartolinite é transmissível?

A bartolinite não é transmissível, porém, algumas das bactérias que podem provocar a doença são sexualmente transmissíveis, como a Chlamydia trachomatis (que também causa a clamídia) e a Neisseria gonorrhoeae (responsável por causar gonorreia).

 

Sintomas de Bartolinite

Os cistos de Bartholin, geralmente, são indolores e causam apenas inchaço como sintoma. Já a bartolinite apresenta sintomas como:

  • Dor extrema
  • Dificuldade em andar, sentar e realizar atividades sexuais
  • Vermelhidão
  • Edema
  • Formação de pus
  • Desconforto no local.

Diagnóstico de Bartolinite

O diagnóstico de bartolinite é clínico, com exame físico para identificar a inflamação ou aumento de volume das glândulas de Bartholin.

Em mulheres acima de 40 anos, é recomendado a drenagem e biópsia do cisto para eliminar a possibilidade de câncer.

 

Tratamento de Bartolinite

Na ocorrência de cistos de Bartholin, o tratamento não é necessário, principalmente se eles não causam nenhum sintoma além do inchaço local. Os cistos precisam apenas de acompanhamento para evitar o desenvolvimento de uma infecção.

Quando o aumento do cisto causa incômodo ou desconforto, é necessário intervenção e pode ser tratado com cirurgia sob anestesia local, para drenagem do cisto.

No caso da infecção, na bartolinite, o tratamento consiste em uso de antibióticos e drenagem do cisto através de uma incisão na face mucosa da glândula.

 

Existe pomada para bartolinite?

Segundo a ginecologista Karina Tafner, não existe pomada que trate a bartolinite. O tratamento é feito apenas com medicamentos por via oral e cirurgia para drenar o cisto infectado.

 

Cirurgias para Bartolinite

A bartolinite tem cura, mas quando ocorre de forma recorrente, o prognóstico é realizar uma cirurgia para retirar as glândulas de Bartholin ou aumentar o ducto para evitar que ele obstrua novamente.

Devido à presença de outras glândulas, incluindo as glândulas Skene, a remoção de uma glândula de Bartholin não afeta a lubrificação vaginal.

Cuidados

Tratamentos caseiros de bartolinite

Os banhos de assento (imersão da região genital em água morna) podem ajudar a aliviar os sintomas de dor e desconforto local. Quando feitos algumas vezes por dia, durante três a quatro dias, podem ajudar um cisto pequeno e infectado a romper e drenar sozinho.

Entretanto, geralmente, os banhos de assento não resolvem a infecção, pois o tratamento contra a bactéria é feito através de antibióticos. Por vezes, mesmo sem a infecção, apenas com o cisto formado, os banhos não são capazes de drenar a secreção do cisto, sendo necessária uma intervenção cirúrgica.

 

Leia a matéria na fonte: https://www.minhavida.com.br/saude/temas/bartolinite